Governo do Amazonas repassa mais de R$ 200 mil para apoiar setor primário de três municípios

Itacoatiara, Humaitá e Silves são beneficiados através dos termos de fomento e convênio entre Sepror e as prefeituras municipais

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Produção (Rural), assinou, nesta sexta-feira (12/11), dois termos de fomento com as prefeituras de Silves e Humaitá (distante 204 e 590 quilômetros de Manaus, respectivamente), e um termo de convênio com a prefeitura de Itacoatiara (distante 176 quilômetros de Manaus), que somam aproximadamente R$ 213 mil em recursos financeiros e beneficiam mais de mil famílias.

 

O secretário da Sepror, Petrucio Magalhães, destacou que os termos oficializados são frutos de emendas parlamentares do deputado estadual João Luiz, que contou com total apoio do Governo do Amazonas. “É muito importante essas emendas, onde foi ordem do Governo do Estado a execução dessas emendas, pois o parlamentar tem uma relação de proximidade com as comunidades. Esses três municípios beneficiados por essas emendas são Humaitá, Silves e Itacoatiara, onde iremos ajudar os agricultores familiares, os pequenos produtores, na sua produção”, disse o secretário da Sepror, Petrucio Magalhães.

 

O termo de Itacoatiara, no valor R$ 113.206,56, oportuniza recursos financeiros para aquisição de uma embarcação fluvial, um motor de popa de 60 HP elétricos e um comando automático, buscando atender às demandas da secretaria na região, beneficiando 550 produtores e agricultores familiares da zona rural.

 

Com o município de Silves, o Governo do Amazonas assinou o termo de convênio que visa beneficiar a produção e a economia da região, com a aquisição de mudas de café tipo Conilon BRS Ouro Preto, por meio da Associação Solidariedade do Amazonas (ASA). O valor do termo de fomento é de R$ 50 mil, beneficiando 407 produtores e agricultores familiares. Ao todo, 8 mil mudas serão adquiridas.

 

O representante dos produtores de café de Silves, Roque Lins, destacou a alegria da ação. “Essa emenda destinada à associação para fomentar a produção cafeeira, irá ajudar as famílias a se tornarem independentes do uso de carvão e, até mesmo, evitar o desmatamento das florestas. Agora temos tecnologia para recuperar essas áreas, com produções de cafezais, por isso emendas como essa, são importantes para trazer dignidade para o produtor do estado”, disse o produtor Roque Lins.

 

Para apoiar os produtores de Humaitá, foi assinado um termo de fomento que viabilizará a aquisição de equipamentos para a captação e armazenamento de águas subterrâneas (poços artesianos).

 

Os poços artesianos irão beneficiar 76 famílias da Associação Nova Esperança dos Agricultores Familiares e Extrativistas da BR-319 (Aneafe).

 

FOTOS: Reyzon Almeida/Sepror

 

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email