Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas 

A extensão rural no Estado do Amazonas iniciou suas atividades em 2 de dezembro de 1966, com a criação da Associação de Crédito e Assistência Rural do Amazonas – ACAR/AM, fundada com objetivo de prestar orientações técnicas aos produtores rurais.

Os trabalhos desenvolvidos pela equipe pioneira dos serviços de ATER no Amazonas eram voltados para a busca de conhecimentos sobre os hábitos e costumes do povo interiorano, respeitando sempre o saber e a percepção popular. A agricultura ainda não era explorada de forma científica e tecnológica, pois àquela época o extrativismo era a atividade predominante na região.

Em 1977, o Governo Estadual criou a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Amazonas – EMATER/AM, vinculada à Secretaria de Estado de Produção Rural e Abastecimento – Sepror, e associada à Empresa Brasileira de Assistência Técnica e Extensão Rural – Embrater.

A EMATER/AM implantou 43 escritórios locais prestando assistência técnica aos demais municípios do Estado do Amazonas, por meio de parcerias e convênios. As principais atividades orientadas eram agricultura, pecuária, pesca artesanal, piscicultura, preservação do meio ambiente, organizações associativas e noções sobre bem-estar social às famílias dos produtores rurais.

Em 3 de maio de 1993, foi criado o Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Amazonas que assumiu toda estrutura da EMATER/AM, mantendo, porém, a mesma sigla.

Em julho de 1995, o Serviço de Extensão Rural foi transferido para Companhia de Desenvolvimento do Estado do Amazonas – CIAMA, bem como as funções de outros órgãos do setor primário, extintos na época.

O Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do Estado do Amazonas – IDAM, foi criado em 18 de março de 1996, por meio da Lei Estadual n° 2.384, como uma autarquia de personalidade jurídica de direito público, autonomia administrativa, financeira e técnica com a finalidade de executar as atividades antes desenvolvidas pela Sepror, EMATER/AM, Codeagro e a Defesa Agropecuária Estadual.Em maio de 2007 absorveu parte das atividades da Agência de Florestas e Negócios Sustentáveis do Amazonas – Afloram, e o nome foi alterado para Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas, permanecendo a mesma sigla: IDAM.

Atualmente o IDAM é uma autarquia, vinculada ao Sistema Sepror e se faz presente em todo o Estado com 66 Unidades Locais, tendo como finalidade a supervisão, coordenação e execução de atividades de assistência técnica, extensão agropecuária e florestal, no âmbito das políticas e estratégias dos governos Federal e Estadual para os setores agropecuário, florestal, pesqueiro e agroindustrial.O IDAM executa suas ações com recursos próprios, oriundo do  Governo do Estado do Amazonas, recebendo também apoio de diversas instituições parceiras como Ministérios, outras Secretarias de Governos, Prefeituras e organizações não governamentais.

Missão

Prestar serviços de Assistência Técnica Extensão Rural aos agricultores familiares e produtores rurais do Estado do Amazonas, mediante processos educativos e participativos, que lhes assegurem sustentabilidade, cidadania e melhoria na qualidade de vida.

Visão
Ser referência em Assistência Técnica, Extensão Rural, comprometido com o desenvolvimento rural sustentável e melhoria da qualidade de vida das populações rurais.

contato

Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas – IDAM

Avenida Carlos Drummont de Andrade, 1460

Bloco G – 2º Andar Conj. Atilio Andreazza – Japiim

Manaus/AM – CEP 69077-730