Municípios do Baixo Amazonas recebem suplemento alimentar animal do Governo do Estado

Criadores de bovídeos dos municípios de São Sebastião do Uatumã e Urucará receberam o benefício

Solenidade de entrega do suplemento alimentar animal em Urucará

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Produção Rural (Sepror), entregou, neste sábado (30/10), nos municípios de São Sebastião do Uatumã (a 247 quilômetros de Manaus) e Urucará (a 261 quilômetros de Manaus), farelo de soja e sal mineral (Phos 40) para criadores de bovídeos (bois, búfalos) afetados pela cheia dos rios. Os municípios receberam o suplemento alimentar animal com o objetivo de garantir a geração de renda e segurança alimentar para os pequenos  pecuaristas que têm em média 25 cabeças de bovídeos.

Em São Sebastião do Uatumã, a ação aconteceu na Praia do Bairro São Francisco, nas tendas da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS); e em Urucará, na sede do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam).

O agropecuarista de São Sebastião do Uatumã, Jonas de Souza Amorim, agradeceu o governador Wilson Lima pelo apoio prestado ao pequeno pecuarista.

“Sou criador e agricultor do município e quero dizer que nós ficamos muito felizes e agradecidos pelos insumos que o senhor governador tem mandado aqui para nós. Esse suplemento é importante para que possamos manter o nosso gado vivo, e para isso, esses insumos vão dar aos animais uma sustância muito grande e nos ajudar com esse sonho de criar gado. Nosso agradecimento também vai para todo o Sistema Sepror”, afirmou o pecuarista.

Em São Sebastião do Uatumã, foram entregues, para 19 agropecuaristas, 190 sacos de farelo de soja e 76 de sal mineral; e no município de Urucará, 50 agropecuaristas de regiões de várzea do Amazonas, receberam 500 sacos de farelo de soja e 200 de sal mineral.

Produtores de Urucará recebem suplemento alimentar animal

Para a agropecuarista do município de Urucará, Aldenira Serrão, a entrega desse suplemento vai ajudar a amenizar a desnutrição dos bovinos que por falta de pastagem, tem sofrido bastante.

“Tivemos muitas dificuldades nesta enchente, tivemos que levar nosso gado para a terra firme, o pasto acabou e o gado estava muito desnutrido, porque o capim acabou, a terra demorou a aparecer e somente agora estamos conseguindo nos recuperar. Com a entrega desse kit, só tenho a agradecer a Deus e ao governador por esta boa ação”, disse a produtora.

FOTOS: Divulgação

Informações para a imprensa: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror): Mayana Tomaz e Deyserreen Costa.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email